O seu IP não está protegido: 54.163.39.19

Qual o melhor servidor VPN para Torrents?

Selecionar um servidor da VPN

Ao escolher um servidor VPN para poder baixar torrents em segurança, há algumas coisas a considerar. É importante entender que os servidores são diferentes, e eles terão um impacto no desempenho da VPN. Esses são alguns fatores a ter em conta para selecionar os servidores mais seguros e mais rápidos:

1 – Atravesse Fronteiras

É aconselhável que você escolha um servidor localizado em um país que não seja o seu. Se alguém está tentando monitorar sua atividade, teria que passar por duas jurisdições diferentes para segui-lo. Isso é extremamente difícil de fazer, e mesmo que alguém estivesse disposto a tentar fazer isso, você ainda tem a criptografia da VPN protegendo você. Para nós, isso é uma camada extra de segurança.

2 – Nem todos os países são uma boa escolha para baixar torrents

Na sua escolha de um servidor da VPN, tente um que esteja localizado em um país mais tolerável com torrents, como por exemplo a Holanda e o México.

Tente evitar servidores em países que são conhecidos por ter um grande monitoramento, como os EUA ou UK. Esses são os que estão sempre vigiando, mesmo que você não esteja fazendo nada de errado.

3 – Procure servidores otimizados para P2P

É sabido que a distância entre você e o servidor tem influência na sua conexão. Teoricamente, quanto mais perto você estiver do servidor, mais rápida é a conexão VPN. Isso é verdade para a latência, mas nem sempre é o caso com a velocidade de download. O que acontece é que alguns serviços VPN otimizam alguns servidores para P2P, com maiores velocidades de download. Durante os nossos testes, vimos essa situação muitas vezes. Vamos dar uma olhada em um exemplo:

Por exemplo, o IPVanish permite downloads P2P em todos os seus servidores. No entanto, alguns deles parecem estar otimizados para torrents, e não importa o quão distante estavam, conseguimos sempre ter grandes velocidades. Por exemplo, a velocidade de download de alguns servidores no Canadá (continente diferente do nosso), foi três vezes mais rápida do que em alguns países que ficam perto de nós, mas que não estão otimizados para torrents. Algumas VPNs têm este tipo de servidores em países mais tolerantes a torrents, como aqueles que referimos anteriormente, o que é ótimo.

4 – Como saber se um servidor VPN é rápido?

Nada como testar você mesmo! Algumas VPNs, como o ExpressVPN, já têm uma ferramenta para testar a velocidade de download. Outros apenas mostram a latência, como o NordVPN. Felizmente há websites onde os usuários podem verificar a sua velocidade. Nós gostamos de beta.speedtest.net, é muito preciso.

Como ler esses testes de velocidade?

A latência Ping é a reação de tempo da sua conexão, o tempo que demora receber um resposta depois de enviar um pedido. Não é importante para downloads, apenas afeta a sua navegação na Internet.

A velocidade de download é a rapidez que você consegue receber dados. E essa velocidade é aquela que é importante para download de torrents. É medida em megabits por segundo (Mbps). Não confunda Mbps com MB/s (Megabytes por segundo), que é a medida que você vê no seu programa de torrent. Se você quer calcular a velocidade para saber quantos Megabytes por segundo você pode atingir, essa é a fórmula:

  • Visto que 1 Megabyte tem 8 Megabits, você só tem que dividir o resultado desse teste por 8. Por exemplo, se eu tiver um resultado nesse teste de 55Mbps, divido por 8 e tenho 6.875 MB/s. E essa é a velocidade que você vai ver no seu cliente BitTorrent (aproximadamente).

A velocidade de upload também é importante para P2P porque permite que o usuário saiba a rapidez a que pode enviar dados para outros usuários. Também é medida em Mbps e tem a mesma fórmula, divida por 8 para saber a velocidade em MB/s.