Os Riscos do Wi-Fi Gratuito

Não há dúvida de que o Wi-Fi gratuito é ótimo. Navegar um pouco enquanto você espera por um amigo no café é definitivamente útil. Mas a verdade é que existem alguns riscos de se conectar a uma rede Wi-Fi pública e gratuita. Muitas vezes, há pessoas com más intenções conectadas a essa mesma rede, esperando tirar vantagem de você.

Vamos dar uma olhada nos perigos do Wi-Fi público e o que você pode fazer para evitá-los.

Interferindo com o Wi-Fi Gratuito

Hoje em dia, sempre que você se conecta à Internet sem proteção, corre o risco de expor os seus dados. Em um Wi-Fi público, o risco é ainda maior. Você não sabe quem tem direitos administrativos sobre essa rede ou quem está conectado a ela. O principal perigo são os hackers, que acham muito fácil adulterar essa conexão não segura. Eles podem facilmente obter acesso a dados privados, como e-mails, senhas ou contas de mídia social.

Sites criptografados melhoram a sua segurança

Proteção de sites encriptados por https

A principal coisa a evitar nessas redes são sites que não estão criptografados. Em outras palavras, você vai querer ter cuidado com sites HTTP, aqueles sem o cadeado verde. Tudo o que você faz nesses sites é vulnerável e pode expô-lo.

É incrível como as pessoas se conectam a um Wi-Fi público sem qualquer tipo de proteção. Eles usam senhas, nomes de usuário, dados do cartão de crédito e outros tipos de informações pessoais que podem ser facilmente roubadas e usadas ​​para lucrar ou apenas por diversão.

Cuidado com os ataques do tipo “man-in-the-middle”

Mesmo que você apenas use sites seguros, também há maneiras de entrar no seu sistema. Os famosos ataques “Man-in-the-Middle” (homem no meio) são um dos perigos mais comuns em um Wi-Fi público gratuito. Como o nome diz, imagine alguém entre você e o site ao qual você está se conectando. Esse hacker está lá, no meio, mas você não sabe disso. Você acha que está conectado a um site, mas está trocando dados diretamente com o hacker, que finge ser o site de destino. Dessa forma, ele será capaz de desviar, falsificar e roubar os seus dados.

Outros tipos de ataques ao Wi-Fi gratuito

Existem algumas técnicas óbvias para acessar o seu dispositivo em redes públicas. Você ficaria surpreso com quantas pessoas se deixam enganar por truques simples, acabando por arruinar as suas vidas online. Um dos mais antigos é o pendrive USB em cima de uma mesa, ou no chão, parecendo que alguém perdeu. Muitas pessoas simplesmente colocam esse pendrive em seus laptops e, depois disso, é tarde demais.

Outra maneira é uma rede falsa com um nome semelhante do espaço público onde você está. Esse nome parecerá legítimo, mas é uma armadilha, um ponto de acesso Wi-Fi que o levará diretamente à boca do lobo. Se você se conectar, o hacker acessará tudo o que quiser.

Mas tem muito mais, como spoofing de IP, spoofing de DNS, highjacking de SSL e até mesmo através do roubo de cookies de navegador.

Como estar seguro no Wi-Fi gratuito

Proteção contra os perigos do Wi-Fi público

A melhor maneira de estar seguro em redes Wi-Fi públicas e gratuitas é usar uma rede privada virtual, também conhecida como VPN. Este software criptografa toda a sua conexão, não permitindo que ninguém veja o que você está fazendo ou roubando seus dados privados. Com uma VPN, a sua conexão é encaminhada através de um dos seus servidores e só então direcionada ao seu destino.

Pense em um servidor VPN como um filtro que está se livrando de vulnerabilidades que podem expô-lo. Esse “filtro” limpará sua conexão, o que significa que ela é criptografada e protegida.

Conclusão

Os hotspots Wi-Fi gratuitos são um grande perigo que compromete milhões de pessoas todos os anos. É muito fácil para um hacker acessar informações nessas redes públicas. Apenas tenha em mente que a senha está disponível para todos que a solicitarem. Às vezes, até está escrito no menu ou no balcão.

O mais sensato é criptografar sua conexão e ficar invisível quando estiver on-line. Em casa ou no bar, você nunca pode ser muito cuidadoso.