Como Proteger a Sua Atividade do Provedor de Internet

Com as regras de privacidade da FCC de rastos após a revogação do Congresso em 2017, o seu provedor de serviços de Internet pode rastreá-lo, monitorá-lo e vender suas informações a quem quiser, sem a sua permissão. É muito importante tomar as medidas adequadas para se proteger quando estiver navegando, enviando informações ou qualquer ação online. Neste post, vamos explorar alguns passos que você pode tomar para proteger os seus dados do seu provedor de Internet.

1. Limpe os cookies

Ao visitar muitos sites, alguns dados são armazenados no seu dispositivo para salvar informações sobre você e a sua máquina. Chamados de cookies, esses pequenos dados permitem que um site carregue mais rápido ou seja personalizado para você na sua próxima visita à página. O conceito deve acelerar sua experiência de navegação, facilitando o login e a navegação em um site. Mas também permite que outros conheçam a sua identificação, o seu histórico de navegação e possivelmente outros tipos de informações particulares importantes.

Crie o hábito de desativar ou limpar seus os seus cookies regularmente.

2. Criptografe os seus dados usando uma VPN

Uma conexão criptografada é um passo importante para proteger os seus dados on-line do seu provedor de serviços de Internet. Muitas pessoas estão se voltando para as VPNs como uma maneira fácil, eficaz e acessível de criptografar dados confidenciais.

Uma Rede Privada Virtual cria um túnel criptografado entre qualquer dispositivo, como o seu computador, com um servidor dedicado e privado. Esta é uma conexão segura que manterá as suas informações, histórico de navegação e outros dados protegidos de olhares indiscretos. Ao usar uma VPN confiável, as suas informações estarão protegidas do seu provedor e de hackers.

3. Mantenha a sua informações para você mesmo

Uma das coisas mais importantes que você pode fazer é manter os seus dados confidenciais off-line o máximo possível. Sabemos que não é ideal e muitas vezes é impossível. Mas em situações em que você realmente não precisa compartilhar suas informações pessoais, simplesmente evite fazê-lo.

4. Fazer “Logout” de suas contas

Efetue logout de suas contas quando parar de usá-las. Isso inclui sua mídia social e e-mail, bem como os sites de compras que você frequenta.

O seu navegador manterá seus nomes de usuário, contas senhas, o que torna os seus dados mais fáceis de serem acessados. Certifique-se de ter o hábito de sair de cada conta, todas as vezes. Isso também é útil em outras situações. Se você perder o seu dispositivo ou usar um computador público, deixar-se conectado às contas é um convite aberto para invasão e rastreamento.

5. Teste a sua conexão para ver o que é visível para os outros

Testar a segurança da sua conexão é uma boa maneira de ter uma ideia do que você está vazando e como isso está acontecendo. Nós recomendamos doileak para executar esse teste. Esse site oferece muitos detalhes úteis sobre a sua conexão com a Internet. Depois disso, faça as alterações necessárias, especialmente quando se trata de otimizar as opções de segurança do seu navegador.

Conclusão

Embora o seu provedor de Internet provavelmente esteja tentando rastrear sua atividade, há coisas que você pode fazer para ocultar seus dados pessoais e particulares deles. Uma VPN é definitivamente uma das melhores formas, mas há outros detalhes, como cookies, que podem fazer uma enorme diferença. Tome uma atitude e certifique-se de que vai ficar seguro.