O seu IP não está protegido: 54.198.205.153

o que é o kill switch?

Porque é tão importante ter um Kill Switch no seu software VPN? O que acontece se você não tiver um? Nessa página exploramos essa opção, e explicamos porque você a deve ter sempre ativada.

O que é o Kill Switch?

Em português, Kill switch significa literalmente interruptor de morte. Essa funcionalidade tem o objetivo de parar a conexão da Internet no caso de a VPN parar de funcionar por alguma razão. O objetivo é que o verdadeiro IP do usuário não seja mostrado enquanto a VPN estiver desconectada.

Basicamente, o Kill Switch reduz o risco de ter uma fuga de privacidade. O usuário sabe que se tiver algum problema, essa funcionalidade vai interromper a ligação à Internet imediatamente, mantendo o IP escondido. Quando a VPN estiver funcionando outra vez, ele vai reconectar a ligação à Internet automaticamente.

Porque é que o Kill Switch é importante para torrents?

Quando você está baixando torrents com uma conexão VPN, o endereço de IP a que o rastreador do arquivo torrent tem acesso é o IP do servidor da VPN. Quando a VPN pára de funcionar inesperadamente, o seu IP verdadeiro fica visível e você fica exposto. Mesmo que tenha sido apenas um segundo de conexão sem VPN, foi o suficiente para o seu endereço de IP ficar guardado no rastreador do torrent.

O kill switch para baixar torrentsMas quando você liga o Kill Switch, cada vez que há um problema com a VPN, a sua conexão com a Internet é interrompida antes que o seu IP real fique exposto. Essa interrupção é feita imediatamente, portanto não há tempo para você ficar visível para o rastreador.

Diferentes tipos de Kill Switch

Há dois tipos diferentes de Kill Switch: aqueles que terminam a sua ligação a Internet completamente, e aqueles que apenas param os programas que você escolher. Na nossa lista de VPNs recomendadas para baixar torrents, podemos ver ambos os casos.

Por exemplo, o ExpressVPN tem um Kill Switch geral, toda a conexão é terminada se a VPN se desconectar. Por outro lado, o do NordVPN é personalizado. Nesse caso, o usuário pode escolher com antecedência as aplicações que deseja parar, caso tenha um problema com a VPN. Dessa forma, não haverá uma desconexão completa, que pode ser realmente útil.

Felizmente, uma boa VPN quase nunca desconecta. Mas a verdade é que por vezes pode acontecer. Essa é uma funcionalidade que os melhores serviços VPN incluem no seu software, para dar mais tranquilidade aos seus usuários.